fbpx

Conall

A origem dos talheres

Home  |  Curiosidades   |  A origem dos talheres
D. Maria

A origem dos talheres

Colher, garfo e faca são utensílios indispensáveis no nosso dia a dia e uma grande ajuda para melhor saborearmos as refeições. No entanto, sabias que o garfo só surgiu vários séculos depois da faca?

Esta e outras curiosidades para ler neste artigo.

 

A origem da faca

A faca é usada desde os tempos primitivos, onde era utilizada para cravar, desossar, cortar e picar.

Devido à sua natureza perigosa, e como podiam ser usadas para atacar ou ferir rivais, eram objetos associados ao poder.

Para que a faca chegasse a utensílio de mesa temos de passar boa parte da História e chegar à dinastia de Bourbon em França. De facto, foi a dinastia a introduzir a faca como utensílio de mesa, conceito e comportamento adotado desde estão.

Apesar disso, podemos dizer que a adaptação não foi fácil. Nesta época, as facas eram muito afiadas e grandes. Se a isto juntarmos o facto de as pessoas não estarem habituadas a comer com algo tão afiado perto da boca e o facto de a maioria das bebidas conterem álcool temos todos os ingredientes para criar uma situação potencialmente perigosa.

Foi com Luís XIV que as facas ganharam uma forma mais semelhante à fisionomia das facas atuais, permitindo uma utilização na hora da refeição de uma forma fácil e segura.

Ainda assim, foi necessário chegar ao século XX para termos uma das inovações de maior impacto no processo de produção de uma faca e que garantem uma qualidade que até então não era possível: as facas feitas de aço inoxidável que vieram para ficar.

 

A origem da colher

As colheres são um dos utensílios mais antigos do mundo.

Não é possível saber a data exata da sua invenção, uma vez que foi usada por numerosos comunidades um pouco por todo o mundo e é impossível determinar um período de tempo exato.
No entanto, podemos dizer que os registos mais antigos do uso de colheres remontam ao ano 1000 AC, altura em que os Egípcios as usavam.

As primeiras colheres eram muito primitivas e não relembram os utensílios que temos hoje em dia, uma vez que não tinham o cabo que nos é tão útil. Isto deve-se ao facto de as primeiras colheres serem apenas conchas ou pedras que eram usadas para apanhar água e comida.

As colheres começaram a assemelhar-se ao que temos hoje quando se passaram a acrescentar ossos de animais a essas conchas e pedras. Apesar de ainda muito primitivos, estes modelos, bem mais fáceis de usar, deram a perceber que o cabo era essencial à criação das colheres. O cabo sofreu ainda muitas alterações, passando depois a ser feito de marfim ou madeira.
Só após a ascensão da civilização Grega e do Império Romano  é que se começaram a ver as colheres feitas de bronze ou prata, símbolos de poder e riqueza.

Ao longo do tempo, o desenho das colheres mudou constantemente, em especial durante o Renascimento e o período Barroco, sendo que só no século XVIII é que as colheres ganharam a forma e o design que hoje conhecemos.

 

A origem do garfo

O garfo foi a última implementação no que toca a a utensílios de mesa.

Embora seja verdade que as comunidades primitivas usavam ferramentas semelhantes, temos também de dizer que estas eram apenas duas pontas que serviam para cozinhar e servir a comida.

À semelhança da colher, os Egípcios foram pioneiros na sua utilização, sendo que a cultura Qijia (2200 AC – 1600 AC), localizada no que atualmente é território chinês, também usava este tipo de utensílios.

O garfo só chegou à sociedade ocidental no século XI, mas foi preciso chegar até ao século XVI para que os garfos fossem popularizados. Devemos isso a Catarina de Medici, responsável por popularizar os garfos mas também o azeite, a massa e o óleo.

O uso do garfo pelos portugueses começou a partir de 1836, quando o príncipe Fernando de Saxe-Coburgo-Gotha, convenceu a esposa, D. Maria II, filha do Imperador Dom Pedro II, a adotar o uso do garfo.

O facto de ser mais higiénico comer com garfos do que com as mãos também ajudou a erguer a popularidade dos garfos. Estes utensílios não eram usados pela maioria da população até à Revolução Industrial, período no qual as pessoas ficaram realmente capazes de comprar os seus próprios faqueiros.

 

Já conhecias estes factos sobre os talheres? Conta-nos tudo nos comentários?

PREV

Sabias que os talheres também falam?

Sorry, the comment form is closed at this time.